COMPARTILHAR

Em visita à Expointer, no RS, o candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT) criticou a liberação da terceirização irrestrita pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

"Se nós não fizermos esforços para parar com esse movimento, vai chegar a hora em que vamos revogar a Lei Áurea. É muito sério o que eu estou dizendo, porque nenhuma sociedade entrega a atividade fim à terceirização. A partir dessa decisão exótica, nós poderemos ter escolas, públicas ou privadas, que contratam professores por uma arapuca qualquer que amanhã recebe a grana, tira metade para ela, paga alguns meses os professores e depois some, como é muito comum no Brasil".



Ciro também falou sobre o crescimento tímido de 0,2% do do PIB no segundo trimestre do ano, anunciado pelo IBGE. "Nós precisamos retomar o crescimento reativando os motores do crescimento, como o campo, não com conversa afiada, com balela". Com informações da Folhapress.

Leia também: Fachin vota a favor da candidatura de Lula