COMPARTILHAR

O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, disse nesta quarta-feira (19) que não adianta tentarem criar intriga entre ele e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Questionado se Lula seria o presidente de fato, em caso de sua eleição, Haddad disse ser ele o titular da chapa. Ele disse, no entanto, que Lula é um estadista internacionalmente reconhecido com quem sempre conversa.

"Ter um estadista da categoria do Lula como amigo, à disposição do Brasil, só se eu fosse louco eu dispensaria seus conselhos".

Haddad afirmou ainda que a adversária da Rede, Marina Silva, ainda não se explicou sobre seu apoio ao tucano Aécio Neves (PSDB) no segundo turno das eleições presidenciais de 2014.

O petista deu as declarações em entrevista à rádio Sociedade. Ele criticou o apoio de Marina a Aécio ao ser questionado sobre as declarações da adversária, que o comparou à ex-presidente Dilma Rousseff (PT), como um poste ungido por Lula.

Haddad lembrou que Marina foi petista e cogitou ser a escolhida pelo ex-presidente nas eleições de 2010. "A Marina escolheu Aécio em 2014 e até hoje não se explicou sobre isso", reagiu. Com informações da Folhapress.

Comments

comments