COMPARTILHAR

Um ladrão que tentou roubar o celular da lutadora Polyana Viana, do UFC, não teve um final feliz. A vítima, ao perceber que o suspeito não teria tempo suficiente para sacar a arma, reagiu ao assalto, no último sábado (5), em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio. O rapaz terminou sendo dominado por Polyana, que esperava um Uber na porta de casa.

"Quando ele viu que eu tinha percebido a presença dele, ele estava bem perto de mim. Ele me perguntou as horas. Eu disse, mas vi que ele não foi embora. Então pus o celular na minha cintura. Aí me me disse: 'Me passa o celular. Não tente reagir, estou armado'. Ele pôs a mão sobre o parecia ser uma arma, mas percebi que estava maleável. Ele estava bem perto de mim. Foi quando pensei: se é uma arma, ele não terá tempo de sacá-la. E dei dois socos e um chute. Ele caiu e o detive com um mata-leão", explicou a lutadora.

+ Advogada publica fotos com nariz quebrado e denuncia agressão de ex

Segundo informações do "O Globo", o ladrão foi mantido dominado com uma chave de braço até a chegada a polícia. Ainda conforme a reportagem, a "arma" era feita de papelão.

Notícias ao Minuto Assaltante disse que estava armado quando abordou a lutadora do UFC

Notícias ao Minuto Polyana reagiu ao assalto com socos, chutes e, por fim, um mata-leão

Comments

comments