Home CEARÁ Polícia faz operação no Rio para prender responsáveis por morte de PM

Polícia faz operação no Rio para prender responsáveis por morte de PM

130
0

A primeira morte de um policial militar no Rio de Janeiro no ano motivou uma operação integrada na manhã de hoje (6). O PM Daniel Henrique Mariotti morreu quando tentava evitar um assalto, na Linha Amarela, no início da noite de ontem (5).

Desde as primeiras horas, policiais entraram em pelo menos seis comunidades da zona norte, com apoio de helicóptero e de carro blindado, em meio a rajadas de tiros. Foram deflagradas operações nas favelas do Arará, Mandela, Manguinhos, Morar Carioca, Bandeira 2 e CCPL. Até o momento, não há informações sobre os resultados da operação.

+ Três ataques são registrados após chegada da Força Nacional no Ceará

Hoje o presidente Jair Bolsonaro lamentou no Twitter a morte do soldado. "Meu pesar à família de mais um PM assassinado no RJ, o soldado Mariotti. A caça aos agentes de segurança e o massacre dos cidadãos de bem sempre foram tratados como números. Legislativo, Executivo e Judiciário juntos, devem na lei, propiciar garantias para que o bem vença o mal", disse o presidente.

+ Matheusa foi morta ao tentar tirar arma de traficante, diz polícia

O governador do Rio, Wilson Witzel, divulgou nota, lamentando a morte do PM, a primeira ocorrida em seu governo, que começou há menos de uma semana.

“O Rio de Janeiro acaba de perder mais um herói nesta guerra contra os terroristas nas ruas do nosso Estado. Quero manifestar meu mais profundo pesar pelo assassinato do soldado PM Mariotti e minhas condolências à família. Que Deus o abençoe e o receba. Como governador, a morte de um policial é como perder um filho. Vamos investigar este caso com todo o rigor e não vamos parar o combate ao crime até devolvermos a paz ao Estado”, disse Witzel. Com informações da Agência Brasil.

Previous articleCeará registra oito ataques após chegada da Força Nacional no estado
Next articleTatuador incendeia apartamento após espancar namorada em SP
O Jornal Expresso CE, é um veículo da Publicmais -Edição de Jornais e Revistas, fundado em 15 de agosto de 2013., com edição impressa no formato tabloide, com circulação mensal em: Maranguape, Maracanaú, Pacatuba e Guaiúba e Edição Digital, dirigida para o Maciço de Baturité/CE. Mas, por conta da pandemia encerrou sua edição impressa em fevereiro de 2020, e a edição digital em agosto de 2021, quando o Jornal Expresso CE, completou 8 anos de atividades.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here