COMPARTILHAR

Deputados do PSB indicaram, em reunião nesta quinta-feira (10), que devem deixar o apoio à reeleição do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e aderir a um bloco de oposição capitaneado por PP e MDB.

Dos 17 parlamentares presentes no encontro, 16 votaram por ingressar no grupo de oposição a Maia. O único que se manifestou por manter o apoio ao democrata foi Átila Lira (PSB-PI).



+ IPVA de São Paulo pode ser parcelado no cartão de crédito

+ Latam liderou ranking de reclamações de passageiros no 3º tri, diz Anac



Agora, o presidente do partido, Carlos Siqueira, vai consultar os outros 15 integrantes da bancada da Câmara, para fechar a posição do partido. Em seguida, conversará com o PDT e o PC do B, com os quais forma um bloco parlamentar na Casa para tomar uma decisão conjunta.

Líder do PP na Câmara, o deputado Arthur Lira (AL), procurou os dirigentes dos partidos de esquerda para formarem um bloco de oposição a Maia com candidaturas avulsas depois que o PSL anunciou apoio ao democrata.

O próprio Lira pretende disputar a presidência. No PSB, o deputado JHC (AL) também quer entrar na briga pelo comando da Câmara. Com informações da Folhapress.