COMPARTILHAR

Servidores de carreira da Agência Brasileira de Promoção e Exportações (Apex) e da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) que foram demitidos pelo governo Jair Bolsonaro vão à Justiça para tentar reaver seus cargos. Há funcionários com 15 anos de vínculo com os órgãos.

De acordo com a Folha de S. Paulo, os comunicados oficiais de demissão foram expedidos sem justa causa, sob a argumentação de “extinção de projetos”.



Neste sentido, os servidores desligados vão usar como exemplo a jurisprudência de um caso ocorrido em 2017, quando a Justiça do Trabalho determinou que um funcionário que fora demitido da ABDI fosse reintegrado ao seu posto.

Leia também: Mourão critica despetização de Onyx: ‘Tem que saber dosar a coisa’