COMPARTILHAR

Um bombardeiro estratégico russo Tupolev Tu-22M caiu nesta terça-feira (22) durante a aterrissagem em Murmansk (norte), provocando a morte de três dos membros da tripulação e ferimentos numa quarta pessoa, anunciou o Ministério da Defesa russo. "Em 22 de janeiro, na região de Murmansk, o avião Tu-22M3 registrou uma decolagem complicada devido à forte queda de neve após um voo de treino (…) Ficou destruído", indicaram as forças armadas russas, citadas por agências noticiosas locais.

Os responsáveis militares precisaram que "morreram dois membros da tripulação" e dois outros "receberam no local a necessária assistência médica", antes de um porta-voz de um centro médico regional anunciar à agência Tass que "um dos feridos morreu".



+ Avião faz pouso de emergência após relato de homem armado a bordo

O Tupolev Tu-22M é um bombardeiro estratégico de concepção soviética que pode acolher quatro pilotos e membros da tripulação. Pode deslocar-se a mais de 2.000 quilômetros por hora e tem sido utilizado por diversas ocasiões pela Rússia na Síria, em apoio ao regime do Presidente Bashar al-Assad.



Na sexta-feira, dois caças-bombardeiros russo Sukhoi Su-34 colidiram durante manobras no Extremo Oriente, sobre o Mar do Japão, provocando dois mortos e um ferido, e com um outro piloto ainda desaparecido. Com informações da Lusa.