COMPARTILHAR

O presidente da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, Rubens Hannun, acredita que os critérios que levaram a Arábia Saudita a descredenciar unidades brasileiras exportadoras de frango foram técnicos. Ele ressalta que desde a Operação Carne Fraca muitos países elevaram o nível de inspeção para a produção brasileira.

Para ele, não há uma retaliação em relação às declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre a embaixada brasileira em Israel. Hannun disse que tem reunião agendada na próxima terça-feira em Brasília com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina.



+ Leia a íntegra do discurso de Bolsonaro no Fórum Econômico de Davos

O encontro já estava agendado antes do bloqueio, mas o tema deverá dominar a conversa agora. Nas próximas semanas, ele deve ir também a Arábia Saudita. A visita também já estava programada. Com informações do Estadão Conteúdo.