COMPARTILHAR

Maior importadora de frangos brasileiros, a Arábia Saudita barrou a importação de aves de cinco frigoríficos do país. Outros 25 continuam exportando normalmente.

Os árabes justificaram a medida como técnica. No entanto, segundo o colunista Gerson Camarotti, do G1, a mudança é vista como um discreto recado ao governo Bolsonaro. Se a embaixada brasileira foi transferida para Jerusalém, haverá represálias comerciais.



+ Mourão sobre decisão da Arábia: pessoal está se antecipando ao inimigo

Camarotti diz que a avaliação acerca do possível “aviso” foi feita por integrantes do Ministério da Agricultura, embora, oficialmente, o assunto não esteja sendo tratado desse modo.



"O mercado internacional é como uma feira: não adianta só ter um bom produto para vender. É preciso ter boas relações", disse ao Blog do Camarotti um integrante do governo Bolsonaro, sem se identificar.

Leia também: General não aceita nome indicado por Moro para Segurança Pública