COMPARTILHAR

Julen Rosello, de dois anos, que caiu há quase 2 semanas num poço em Totalán, no sul da Espanha, foi encontrado morto pelas equipes de resgate na madrugada deste sábado (26), segundo o G1.

Autoridades disseram que Julen foi achado sem vida no fundo do poço de 25 centímetros de diâmetro e 107 metros de profundidade. O resgate foi considerado o mais complexo da história da Espanha.



+ Juan Guaidó rechaça participar de 'diálogos inúteis'

"Lamentavelmente, nesta madrugada, as equipes de resgate chegaram ao ponto do poço onde estava Julen e encontraram seu corpo sem vida", disse um funcionário do governo da Andaluzia, Alfonso Gómez de Celis, no Twitter.



A equipe de resgate começou a descer na quinta (24) por uma estrutura metálica para escavar outro túnel horizontal de quatro metros até atingir o buraco onde estava a criança. A Guarda Civil interrogou os pais, o dono do terreno e os responsáveis pelas prospecção do buraco, e uma Comissão Judicial foi ativada para investigar o que aconteceu.