COMPARTILHAR

Depois de bloquear R$ 6 bilhões para a reparação de danos ambientais, a Justiça mineira deferiu liminar determinando o bloqueio de outros R$ 5 bilhões da Vale para garantir a reparação dos danos às pessoas atingidas pelo rompimento das barragens da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho.

O novo bloqueio foi feito na noite de sábado (26), a pedido da Procuradoria-Geral de Justiça do Estado.



A Advocacia-Geral da União disse que a responsabilidade pelo acidente é da empresa. A empresa foi multada em R$ 250 milhões pelo Ibama.

Leia também: Caixa instalará caminhão-agência em Brumadinho e terá conta para doação