Home EXPRESSO ARTIGOS TEMPO DA VIDA

TEMPO DA VIDA

21
0

Contemplar o tempo é elevar a si mesmo. Sua
sabedoria contida é como uma biblioteca, com
exemplares a nossa disposição.
É no tempo que está nosso estigma e é com ele que
construímos nossa história.
A obediência ao tempo da vida chega a nos
escravizar, mas é com ela que libertamos das senzalas
promiscuas, como os pássaros da gaiola, a procura de
conquistas inteligentes.
Em toda história humana há cicatrizes que insistem
em perpetuar no tempo, porém com o seu decorrer vai
deteriorando lentamente.
Brincar com o tempo é como a noite estrelada
brinca com o dia solar, disputando quais dos mundos é
mais mágico, pois em ambos, a alma vaga
sorreiteramente, em busca de alento ou luta humana.
Na adolescência, a vida cristalina flue, velozmente,
impedido qualquer obediência aos ditames do tempo.
da vida acarretando volumosos erros primários.
Chega a maturidade, quando transferimos, para a
vida a condução do tempo, nos arredores de nossa alma
sabia.

O tempo, no pico da juventude, é autoritário e
inconsequente por nascer de nosso instinto. Na
maturidade é sábio e consequente, nasce de nossa
obediência aos ditames do bom senso.
Se você é dessas pessoas, que acredita que o tempo
da vida é sonolento, que parece ar de roça as três horas
da tarde numa fazenda colonial, descubra desta
mansidão que saem atos inteligentes e sábios.
O tempo da vida é contrário a alta velocidade,
submete-se as batalhas diárias, é monótono, porém
sábio.
Se na atualidade, acha que o tempo da vida está
parado, digo-lhe que é como um jogo de futebol, em que
as emoções estão reservadas para os minutos finais, e,
que o gol da vitória, sairá da sua preparação diária,
juntamente com a contemplação proporcionado pelo
tempo da vida, em sua história intima.

JUAREZ ALVARENGA
ADVOGADO E ESCRITOR

Previous articleAS TORTURAS AO MEIO AMBIENTE!
Next articleCrônica: Santo Antônio não é peixe
O Jornal Expresso CE, é um veículo da Publicmais -Edição de Jornais e Revistas, fundado em 15 de agosto de 2013., com edição impressa no formato tabloide, com circulação mensal em: Maranguape, Maracanaú, Pacatuba e Guaiúba e Edição Digital, dirigida para o Maciço de Baturité/CE. Mas, por conta da pandemia encerrou sua edição impressa em fevereiro de 2020, e a edição digital em agosto de 2021, quando o Jornal Expresso CE, completou 8 anos de atividades.