COMPARTILHAR

LÍVIA MARRA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Quatro cachorros que passaram semanas cercados pela lava do vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, foram retirados do local por um grupo anônimo.

Autointitulado Equipe A, o grupo deixou uma mensagem no tanque onde os cães de caça se refugiaram e afirma que eles estão bem. O destino, porém, é incerto, e protetores cobram informações sobre o paradeiro e o estado de saúde.



O desaparecimento dos animais ocorreu após ativistas e uma empresa articularem uma operação inédita para resgatar os bichos por drones, na semana passada.

Durante um sobrevoo de teste, porém, os cães não foram avistados, mas a Aerocamaras identificou pegadas humanas nas cinzas, uma área de risco. No local, foi deixada a faixa com os dizeres "Força, La Palma. Os cães estão bem", e assinada por "A Team".



Um dos motivos do resgate secreto seria escapar de punições, já que o acesso à área está bloqueado.
Os resgatadores se arriscaram, embora medições apontem que a temperatura da lava ao redor do terreno tenha diminuído, permitindo caminhar ali.

Após o sumiço, vídeo também anônimo mostra cachorros comendo e aparentando estar bem. A ONG Leales, no entanto, afirma que as imagens são anteriores à erupção e compara fotos dos animais extremante magros enquanto estavam isolados e mais gordinhos, no vídeo.

A ONG cobra que sejam divulgadas imagens atuais dos animais, com o jornal do dia para confirmar a data do registro. Outra dúvida é se eles estão com o tutor, que precisou abandonar o local às pressas devido à erupção, ou em algum abrigo. Os protetores querem saber ainda se os peludos estão recebendo atendimento veterinário adequado.

No período em que ficaram isolados no tanque, os animais receberam alimentos por meio de um drone. O resgate planejado com o equipamento seria uma operação sem precedentes, autorizada pelas autoridades.

A ideia era enviar um drone potente, equipado com rede e, assim, retirar cada um dos cães. Mas havia a expectativa de como seria a reação dos animais, que já estavam estressados pela situação.