COMPARTILHAR

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A chegada de uma nova frente fria a São Paulo derrubou a temperatura e trouxe chuva à capital paulista. O tempo instável é atípico para o mês de outubro.

A queda registrada pelos termômetros foi brusca -de 31,2ºC registrados na tarde de sábado (23) para 18ºC no domingo (24).



Para os próximos dias, a previsão é que a temperatura não ultrapasse 23ºC e que o céu continue encoberto e com chuvas.

Segundo o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas), há potencial para episódios isolados de garoa em todos os períodos nesta semana. Até as 7h desta segunda (25), o volume de chuva acumulado neste mês de outubro na cidade é de 124,7 mm, 16,7% acima da média (de 106,9 mm).



Pessoa caminha por ponte da Marginal Tietê em dia de tempo fechado Tempo fechado na Marginal Tietê. Na quarta (27), a previsão é de chuvas mais fortes, com a propagação de áreas de instabilidade. As precipitações mais significativas devem acontecer no período da tarde.

O CGE alerta que como está chovendo em vários momentos do dia, o solo em alguns locais pode ficar encharcado e há potencial para formação de alagamentos. Mas a previsão é que isso não vai provocar grandes transtornos para os motoristas, já que nenhuma rua deve ficar intransitável.

Como há previsão de tempo instável, por vezes o sol pode aparecer entre nuvens. Há mais chances de que isso ocorra na terça-feira (26), embora não estejam descartadas pancadas de chuvas rápidas e trovoadas.

Para terça, a mínima prevista é de 15°, com máxima de 24°C. Há potencial para garoa isolada na madrugada e no período da noite.

As temperaturas mais baixas, em patamares mais parecidos aos que são registrados no outono, também são atípicas para o mês de outubro. No ano passado, em 7 de outubro São Paulo enfrentava uma onda de calor histórica, com recordes de temperatura.

Na época, a cidade registrou temperatura máxima de 37,3ºC -a terceira maior já registrada pelo Inmet na capital e a mais alta para um dia de outubro desde 1943, quando se iniciaram as medições no Mirante de Santana, na zona norte da cidade.