COMPARTILHAR

O comitê de emergência da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou, esta terça-feira (26), que a crise da Covid-19 "está longe de terminar".

O comitê, que se reúne a cada três meses para discutir a crise pandêmica e traçar as recomendações mais atualizadas, apelou a que se invista em investigação em vacinas de nova geração e em ações a longo prazo para a contenção do vírus.



"Embora se tenha progredido no aumento de captação de vacinas e medicamentos contra a Covid-19, a análise à presente situação e aos modelos de previsão indica que a pandemia está longe de terminar", indicou a agência de Saúde através de comunicado.

Statement on the 9th meeting of the International Health Regulations (2005) Emergency Committee on #COVID19.
https://t.co/QdAmFixB5f pic.twitter.com/UmcNILG1x1

— World Health Organization (WHO) (@WHO) October 26, 2021

A OMS acrescenta, ainda, que a uso de máscara, o distanciamento social, a higienização das mãos e a ventilação dos espaços fechados são "chave para a redução da transmissão".



O comitê destacou que a pandemia está criando outras crises, incluindo emergências humanitárias e migrações em massa mais complexas, devendo esses países rever as suas preparações e planos de resposta.