Home ÚLTIMAS NOTÍCIAS Vanderlei Luxemburgo assina filiação com PSB para disputar às eleições

Vanderlei Luxemburgo assina filiação com PSB para disputar às eleições

132
0

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O técnico de futebol Vanderlei Luxemburgo assinou hoje sua carta de filiação ao PSB (Partido Socialista Brasileiro) para disputar às eleições no pleito deste ano. A assinatura da ficha de filiação ocorreu em uma cerimônia no auditório Miguel Arraes, na sede do partido, em Brasília, informou a sigla em seu site.

O evento de filiação contou com a presença do presidente estadual do PSB no Tocantins, o ex-prefeito de Palmas Carlos Amastha, o ex-governador do Distrito Federal Rodrigo Rollemberg, e do ex-juiz Marlon Reis.

O PSB explicou que expectativa é que o técnico, natural de Nova Iguaçu (RJ), se candidate pelo estado do Tocantins, mas ainda não há definição sobre qual o cargo que ele concorrerá.
"Luxemburgo encontra um partido grande, estruturado, ideológico, de princípios e de muitas gestões e, sobretudo, de compromisso. Nós vamos andar juntos e vamos fazer uma revolução na política", declarou Amastha.

Na filiação, Luxemburgo afirmou que os políticos também são "gestores" e, por isso, também devem "saber gerir o que está ali governando".

"Algo que aprendi no futebol e na política não vai ser diferente. O 'eu' é egoísta. Quando você fala 'eu quero isso, eu quero aquilo', está sendo egoísta. O 'eu' é pra você. Quando você trabalha em um grupo, o 'nós' é fundamental. Então, eu estou sendo convocado para um projeto que eu tenho certeza que vai dar certo", declarou o novo filiado do PSB.

No texto sobre a filiação de Luxemburgo, o PSB destacou as vitórias do técnico dentro dos campos: "Como técnico, conquistou cinco campeonatos brasileiros, nove paulistas, uma Copa do Brasil, uma Copa América pela seleção e diversos estaduais Brasil afora em diferentes times, totalizando 48 títulos ao longo de toda a carreira". O partido ainda declarou que o técnico está entre os "mais vitoriosos treinadores da história do futebol mundial".

"De origem humilde, Luxemburgo é neto de um ferroviário sindicalista que lutou pela democracia no país e foi exilado pela ditadura militar. Seu sobrenome, conhecido internacionalmente, é uma homenagem à Rosa Luxemburgo, revolucionária marxista nascida na Polônia e uma das fundadoras do Partido Comunista alemão. Rosa Luxemburgo é também o nome da mãe do técnico, dado por seu avô. Ela era uma grande admiradora da filósofa, economista e militante política.", afirmou o texto sobre a filiação.

A sigla ainda afirmou que o novo filiado "tem conhecido de perto nos últimos anos as necessidades dos tocantinenses, tendo percorrido mais de 100 municípios do Estado".

Previous articleSaiba quem deixa ministérios de Bolsonaro para disputar as eleições
Next articleTSE deve derrubar decisão contra manifestação política no Lollapalooza